domingo, 18 de maio de 2014

Resenha: O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares


Autor: Ransom Riggs
Editora: Leya
Ano de lançamento: 2012
Páginas: 335
Nota: 5/5 (Favorito)


Sinopse: Tudo está à espera para ser descoberto em O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, um romance inesquecível que mistura ficção e fotografia em uma experiência de leitura emocionante. Nossa história começa com uma horrível tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo, por mais impossível que pareça, ainda podem estar vivas. Uma fantasia arrepiante, ilustrada com assombrosas fotografias de época, O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares vai deliciar adultos, adolescentes e qualquer um que goste de aventuras sombrias.


Resenha:

O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares, é sem sombra de dúvida um dos livros mais intrigantes e fascinantes que eu já li na minha vida. 
É um tipo de estória que você só vai compreender completamente mais ou menos na metade do livro, e não pensem que isso é ruim, muito pelo contrário, é brilhante, engenhoso. 
Eu já li esse livro faz um bom tempo, porém, estava meio receosa por fazer a resenha, pelo fato de que absolutamente tudo sobre essa estória pode ser spoiler, mínimas coisas podem ser vistas assim, mas como eu amo essa série (pois é galerinha, é uma série) e eu quase nunca vejo resenhas desse livro por aí, deixei o receio de lado e vim me arriscar a conseguir nem que seja um pouquinho expressar a maravilha que é esse livro. 

Eu sempre fico apaixonada com o trabalho e o cuidado visual que a Leya tem com as suas publicações, e com esse livro não foi diferente, está simplesmente impecável, dá ao livro a dose de mistério que se é necessária. 


Então, a escrita do Ransom consegue ser tensa e leve ao mesmo tempo, por se tratar de estória que envolve crianças ele consegue dar um pouco de leveza para diversos momentos da trama, porém, como são crianças peculiares a tensão está sempre presente, então com certeza, é um livro onde as páginas se viram sozinhas, o mistério é tão instigante e até metade do livro você acha que está entendendo tudo e ai vem uma "bomba" e você vê o quanto é bom ser realmente surpreendida por um autor. 

O desenvolvimento dos personagens é sútil, é uma coisa que você acompanhando devagarzinho, não é aquele tipo de livro que quando o personagem se depara com a verdade muda da água para o vinho, não, o nosso protagonista o Jacob sofre diversas mudanças mais são mudanças que você consegue acreditar e entender sabe?! Todas tem uma explicação, um motivo consistente, as mudanças são palpáveis, reais, você não fica com aquela sensação de "como assim? já mudou? mas no capítulo anterior o personagem nem sequer pensava nisso..." enfim, aquela pulguinha atrás da orelha que mudanças repentinas e drásticas deixam em qualquer leitor, com esse livro não acontece isso, a gente vê uma evolução natural, não só no Jacob mas em todos os personagens, e isso é algo que me conquistou imensamente.

A mesclagem de estória e imagem para nos fazer imaginar os lugares, a crianças, é um trabalho primoroso, na leitura eu me deparei com algumas imagens (são todas vintage) e fiquei pensando "nossa que legal, modificações bacanas que ele fez" e no final do livro descobri que as imagens eram ou do acervo pessoal do Ransom ou de outros colecionadores e que NENHUMA foi modificada para "combinar" com o livro, é impressionante e um pouco sombrio, confesso. 
Por falar em sombrio, muitas pessoas se deixam enganar pensando que o livro é do gênero de terror, e alerto de imediato, não é, o livro é tenso, tem suspense, mas não chega a ser um livro de terror, então se você quer ler apenas por achar que pertence a esse gênero, calma, não é por aí, e caso você não leu justamente por achar que era desse gênero, calma também, é um livro estranhamente brilhante e na minha opinião não se enquadra totalmente em um gênero apenas, assim como o Ransom mescla imagens ele mescla gêneros, então, repense qualquer opinião visual que você tenha desse livro. 

Com toda certeza é um livro que eu super indico, se tornou favorito e eu sabia que se tornaria assim que eu comecei a lê-lo, foi um livro que me ganhou nas primeiras páginas, nas primeiras descrições, nas primeiras imagens, até porque, apesar do nosso narrador ter 16 anos, o livro não tem nenhum "mimimi" adolescente que os autores geralmente inserem em protagonistas dessa idade, então, não espere encontrar nesse livro nenhum dilema infantil, os dilemas que existem são realmente DILEMAS, e perturbariam qualquer pessoa que passasse por uma situação parecida com a do Jacob. 

Confesso que minha personagem preferida se tornou a Srta. Peregrine, ela foi outra surpresa para mim, mas por incrível que pareça desde o primeiro contato que eu tive com a personagem ela se tornou a preferida, é incrível esse dom do Ransom de cativar desde o primeiro momento da narrativa, devo a ele aplausos.

A sequência desse livro já saiu no EUA, desde de janeiro, está aí o motivo da minha cobrança a Leya para publicar logo a tradução, mas enfim, o livro se chama Hollow City, e provavelmente a tradução vai ser Cidade Vazia, ou alguma coisa do gênero, e eu comprei ele em inglês apesar de não ter costume de ler em inglês, só para me acalmar e saber que o livro está pertinho de mim? bookaholic's conseguiram me entender. 


No final do ano passado também rolaram alguns boatos de que os direitos autorais do livro teriam sido vendidos para alguma produtora cinematográfica e que o livro seria dirigido pelo Tim Burton e quem estava cotado para protagonizar seria o Johnny Depp, lembrando que eu não sei isso é verdade e nunca vi nenhuma confirmação, mas atrás do primeiro livro tem sim um comentário do Tim Burton falando que esse livro teria sido algo que ele teria feito... restam as dúvidas e a minha imensa vontade de que isso seja verdade!

Então se vocês tiveram a oportunidade de se deixar envolver por essa incrível e intrigante estória não pensem duas vezes e mergulhem de cabeça nela, uma coisa é certa: você vai se surpreender! 

23 comentários:

  1. Adorei a resenha, este livro tem uma ar meio macabro, estou com vontade de ler mas não URGENTEMENTE, e além do mais fiquei meio desanimada que seria uma série, pois é tenho muitos livros que não li não quero mais e mais, tenho que colocar isto em foco.

    Beijos

    http://livroscombombons.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, espero que um dia você leia :)
      Quando fizer a leitura vem aqui me contar o que achou, eu vou adorar!
      Beijos.

      Excluir
  2. As capaz são meio assustadoras, mas a tua resenha ficou ótima. Eu ainda tenho que me "desapegar" de ver alguns livros pela capa, isso me prejudica e me faz perder livros ótimos.

    beijos.

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, a capa é meio "olá, sou um livro de terror" mas nesse caso se desapega da capa e vai fundo na estória hahaha
      Beijos!

      Excluir
  3. Olá Willma!
    Nunca tinha ouvido falar sobre este livro!
    Após a leitura da sua resenha, sinto que o livro é muito marcante, e adoro livros assim!
    A diagramação está realmente linda, apesar da capa não conquistar muito.
    Ótima resenha :)
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvidas é um livro marcante, me conquistou em tudo <3
      Obrigada :)
      Beijos!

      Excluir
  4. Uau, o livro parece ser bastante lindo por dentro.
    Morro de vontade de conhecer a história, principalmente se levarmos em conta que o livro é totalmente original, nunca vi uma premissa do tipo.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E realmente é <3 a Leya está de parabéns, como na maioria esmagadora de suas publicações :)
      Ah, espero que você consiga ler o livro, é definitivamente intrigante e único!
      Beijos :)

      Excluir
  5. Oie flor,
    lindo seu blog. Já estou seguindo, inclusive, amei as tags que você fez, e vou fazer lá no meu blog :)
    eu sou louca pra ler esse livro. Essas imagens vintages <3
    imagino a tensão que é a leitura. Preciso dele pra ontem. Ainda mais sabendo que é seu favorito.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada :)
      Faz sim que eu vou adorar ver as suas respostas!
      Espero que você leia o livro e venha aqui me contar o que achou hahaha
      Beijos!!!

      Excluir
  6. Eu preciso ler esse livro urgente! Eu adoro a capa dele e todo o layout. Li que ele não é tao assustador quanto aparenta, mas que a história continua sendo ótima. Pelo o que eu entendi, você também concorda com isso hahaha.

    Beijos
    aquelaborralheira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo, aposto que você vai gostar, é maravilhoso!
      Beijos :)

      Excluir
  7. Fiquei com muito medo dessa capa. Gosto muito de filmes de terror, mas nunca li literatura desse estilo. Tomara que se torne filme.

    Bjs,
    leemporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas não se enquadra no gênero de terror, sem problemas se for isso :)
      Espero muito que se torne filme, meu sonho hahaha
      Beijos!

      Excluir
  8. Adorei sua resenha.. Sei q muta gente tava esperando um livro de terror mas eu não :) e eu quero mt ler esse livro... Só achei q a capa americana e mais bonita! Mas q bom q a editora caprichou no projeto gráficodo livro...
    Forever a Bookaholic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada hahaha
      Pois é, as pessoas acham que pela capa é um livro de terror porém não é, e a capa tem absolutamente tudo a ver com a estória então... <3
      Beijos!

      Excluir
  9. Nossa, já fiquei correndo de medo dessa garota que tem dentro do livro HUAHUAHUAHUAHUA. O trabalho da editora ficou muito interessante e com certeza isso contribuiu para que a gente se sinta ainda mais inserido na leitura, né? Mas o livro não faz o meu estilo literário. =(

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, as imagens me transportaram para o lugar que o Ransom queria que eu fosse, foi uma experiência de leitura incrível :)
      Beijos!

      Excluir
  10. Adorei a resenha e fiquei com muita vontade de ler, amanhã mesmo vou na livraria buscar!!!
    Obrigada pela dica!!

    Beijinhos
    www.serleitora.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? que bom, adoro vê que as minhas resenhas de alguma forma contribuem para o acervo pessoal de livros das pessoas que me acompanham :)
      Beijos e boa sorte com a leitura, espero que ame!

      Excluir
  11. Willmaaaaaa
    Como vc me apresenta um livro desses quando est0ou sem dim dim?? Tenho que brigar com vc! Brincadeira!
    Eu to babando! A capa já é linda, a história super me convenceu e o segundo livro eu já quero! Parabéns pela resenha!
    Beijos
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/05/resenhaalma-protetorado-da-sombrinha.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, então junta um dim dim, eu sei como é isso, sempre fico fuçando blog's e vlog's ai acho um livro perfeito e estou sem money :( muito triste isso hahaha
      Obrigada,
      Beijos!

      Excluir
  12. Já tinha visto uma resenha desse livro antes, mas não lembro que citavam que é uma série '-' isso foi uma surpresa para mim. looool acho que me encaixo no grupo de pessoas que estavam com receio de ler o livro achando que era de terror pois a capa mesmo passa essa imagem.
    Ai xD agora estou super curiosa para saber como é ele na verdade. u_u já colocando agora na lista de desejados
    Resenha maravilhosa *-*

    http://www.masquelivro.com/

    ^^ Seguindo

    ResponderExcluir